Rodovia goiana: Liberado tráfego em meia pista na GO-118

As obras na GO-118 vão continuar. Hoje, mais de 30 caminhões e carretas seguem na locomoção do material de uma pedreira que fica em Planaltina de Goiás até o trecho, um trajeto de 200 quilômetros

Abertura ocorre um dia antes do previsto e funciona no sistema pare e siga, com reforço na sinalização para segurança dos usuários. Está permitida passagem de veículos de pequeno porte, como motos, automóveis de passeio, caminhonetas e vans. Equipe da Goinfra continua no trecho até recuperação total da rodovia afetada pelas tempestades que ocorrem na regiãoO Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), acaba de liberar, a partir das 14h desta quinta-feira (06/01), o tráfego em meia pista da rodovia GO-118, no trecho entre Alto Paraíso e Teresina de Goiás, que estava totalmente interditado após uma erosão no leito da via.

Podem trafegar, no sistema para e siga, veículos de pequeno porte – motos, automóveis de passeio, caminhonetas e vans. A abertura parcial ocorre um dia antes do previsto, com intensificação da sinalização e policiamento no local.

Há uma semana, as equipes da Goinfra executam, em regime de plantão, as obras de reforço do talude, com a colocação de pedras no leito que cedeu com a força das águas das chuvas que caem na região Nordeste do Estado desde a semana do Natal.

Nesta quinta-feira, os engenheiros reavaliaram as condições da GO-118 e decidiram pela liberação da meia faixa. “Conseguimos estabilizar o aterro a partir da execução dos serviços emergenciais. Agora passamos para a segunda etapa, que é a reconstrução da rodovia”, explica o presidente da agência, Pedro Sales.

As obras na GO-118 vão continuar. Hoje, mais de 30 caminhões e carretas seguem na locomoção do material de uma pedreira que fica em Planaltina de Goiás até o trecho, um trajeto de 200 quilômetros.

“O próximo passo é a execução dos serviços de recomposição do ponto danificado, com a compactação do aterro, implantação de nova capa asfáltica, sistema de drenagem e sinalização para a liberação total da pista”, conta o diretor de Manutenção da agência, Adriano Mendes.

A região ainda está sob chuva constante e intensa, o que dificulta a previsão do término total da obra. Os operários e o maquinário da empresa contratada pela Goinfra permanecem mobilizados em regime de plantão, sob a supervisão da agência, para assegurar trafegabilidade com segurança à rota, que é fundamental para o acesso à região da Chapada dos Veadeiros.

Foto: Goinfra

Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra)

Denilson Alves

Editor do Portal Nosso Goiás